fbpx

Quando alguém fala em email marketing, é frequente pensar que se trata de algo muito complicado e difícil de fazer. No entanto, basta colocar em prática e fica mais fácil de saber que o uso é até bem simplificado.

É fundamental entender o que pode ser feito e utilizar a estratégia correta, porque a ferramenta é bem útil. Bem como, saiba que a maioria das atitudes podem ser feita por você mesmo e essa é a informação mais interessante.

O texto tem a proposta de mostrar um guia completo sobre o email marketing e como a utilização é feita. Para auxiliar nesse processo, confira a seguir como é possível de utilizar essa ferramenta para te auxiliar melhor.

O que é email marketing?

Em primeiro lugar, o email marketing é uma estratégia de Marketing Digital e é referente a comunicação. Sendo assim, se trata de que a empresa e os seus consumidores possam ter um processo comunicativo mais eficaz.

O contato é por meio do disparo de e-mails e pode ser feito por meio de uma segmentação de contatos. É necessário saber que esse uso de ferramentas de automação é eficaz para ter um processo de mensagens efetivo.

Vale lembrar que alguns exemplos comuns de email marketing podem já ter sido utilizados por você. Por exemplo: oferta de passagens aéreas, confirmação de uma compra online, promoções e newsletter.

Certamente que no começo a ferramenta de marketing, a ferramenta era tida como uma versão digital de propagandas. Ao mesmo tempo, o envio era realizado por mala direta e ainda bem que atualmente a proposta é outra.

O mais importante é entender o motivo para tentar utilizar o email marketing e da maneira correta. Sendo assim, confira a seguir seis motivos para que o uso seja realizado da melhor maneira possível.

1. Engajamento com seu público

Ao inserir um lead no seu texto, a tendência natural é que o cliente insira o e-mail e receba um brinde. Fica mais fácil de trabalhar a melhor estratégia e educar o seu público, possibilitando que dê para levar o conteúdo mais eficaz.

Por meio dessa tática, a tendência natural é que você consiga que o público acesse o conteúdo correto. Daí para frente é bem simples e basta seguir a ordem correta dos e-mails, de acordo com a sua estratégia.

2. Educar seu público

Dependendo da sua estratégia de email marketing, a melhor opção pode ser trabalhar o email e linkar com um texto que aprofunde aquilo. Ao mesmo tempo, é mais fácil aproveitar isso do que confiar no seu ranqueamento.

As pessoas estão usando mais os e-mails e podem atualizar pelo celular, permitindo que dê para conferir as informações. Vale lembrar que atualmente o público lê o que é enviado e você pode trabalhar uma tática bem eficaz.

3. Alcance orgânico

A princípio, ao ter uma lista de e-mails maior, a chance é de conseguir mais pessoas interessadas nos produtos. Esse fato faz com que dê para enviar o conteúdo adequado e o alcance vai ficando orgânico.

É fundamental saber de um fato: o usuário que chega ao site organicamente, em resumo, tem uma chance maior de acessar o site. Assim também, é preciso aproveitar essa oportunidade de ter uma lucrar melhor ainda.

email marketing
email marketing

4. Promover conteúdos

Dependendo da etapa do funil, é melhor trabalhar um tipo de conteúdo e é primordial saber disso. Afinal, não dá para tratar um primeiro cliente da mesma maneira que você trata alguém interessado, não é mesmo?

É, saber promover os conteúdos e educar o público é positivo, pois faz com que a chance de converter seja maior. Por consequência disso, não deixe de promover os conteúdos corretos e o email marketing auxilia nessa questão.

5. Vender seus produtos

Entre os objetivos dessa tática, pode-se afirmar que vender os próprios produtos é a característica que todos buscam. Ainda mais atualmente, faz muita diferença ter condição de indicar um produto para quem tem interesse.

Lembra quando te falei sobre o funil de vendas e da etapa na hora de indicar um determinado produto? Então, essa característica é fundamental para que os interessados possam ter um processo de conversão mais eficaz.

6. Automação de comunicações

Antes de mais nada, é fundamental entender que a automação das comunicações é um caminho interessante. Pense comigo: já pensou enviar e-mail por e-mail para o público, faz sentido automatizar ou não?

Certamente que sim, ou seja, é muito importante usar esse recurso a seu favor e adaptar a sua estratégia. O mais importante é saber que o email marketing é um enorme diferencial e resta apenas fazer a utilização.

Minhas redes sociais

Quais tipos de email sua estratégia precisa ter?

A fim de que dê para começar a entender a maneira correta de montar uma campanha efetiva para a conquista da meta. Assim sendo, é salutar ter acesso a essas informações e a seguir confira como o processo é realizado:

1) Atualizações do Blog

Se trata do e-mail que você deve ter acostumado a ver e é aquele que anuncia como um conteúdo é novo. Quando for postado no seu blog, o envio é feito e faz com que dê para interagir, gerando leads com os CTAs do seu texto.

2) Newsletter

Essa é uma tática conhecida de e-commerces e que tenha ligação com os blogs, sendo uma estratégia bem eficaz. Basta enviar as atualizações mensais ou semanais com esses posts e até mesmo as notícias para o cliente.

Para que a sua newsletter seja lida, é válido investir tempo em criar uma newsletter que tenha própria identidade. No final das contas, faz com que dê para ter bons conteúdos e o principal é inserir os links adequados.

3) Envio de convites para eventos

Caso exista uma promoção de eventos que você esteja organizando, saiba que o resultado é bem interessante. O principal é fazer com que os seus contatos possam comparecer e inserir as informações corretas.

Inclua as informações necessárias e sempre o local, a hora, data e o limite de participantes, certo? Então, lembre-se: insira o destaque desse link para a página de inscrição ou mesmo dessa compra de ingressos.

Marketing digital
Marketing digital

4) E-mails de nutrição de leads

É possível inserir em um fluxo de nutrição, desde que a ação da persona seja direcionada para essa questão. Quando a nutrição consistir em uma série de e-mails com conteúdo relevante e deve ser segmentado corretamente.

Como o próprio nome sugeri, esses são os e-mails que auxiliam esse lead e permitam que caminhem da maneira correta. Enfim, basta identificar o grupo de contatos e é preciso que seja um interesse em comum entre a sua lista.

5) Como começar: ferramentas e templates

Se você já está com a ferramenta na tela do computador, passe para o próximo passo e escreva o primeiro e-mail. Assim também, é preciso saber a template que deve ser utilizada e o processo não é muito complicado.

É essencial saber de uma questão e se trata de você iniciar um template totalmente do zero. Além disso, é possível utilizar um do começo e fica melhor de você saberá melhor alternativa para o seu caso.

Assim que o template for em escolhido, em resumo, escolha a alternativa que seja totalmente responsiva. O ideal é que se adeque em dispositivos móveis e grande parte das pessoas usam os celulares para abrir e-mails.

Além de ser responsivo, o template precisa ter espaço para imagens e também para o texto em questão. A dica é misturar ambos e não focar apenas em fotos, já que alguns provedores consideram e-mails assim como spam.

O ideal é que você mescle com os blocos de imagem e texto, permitindo que o e-mail seja mais leve para ser lido. Em outras palavras, na hora de buscar esse template, pense que o ‘menos é mais’ nesse momento.

Por fim, mas não menos importante, pense que a simplicidade é considerada a chave para focar na atenção desse leitor. É, fica melhor de saber que as pessoas que utilizam esse recurso estão na frente das demais.

Construindo uma lista de emails

Embora não seja muito animador, a realidade é que uma lista de contatos de e-mail caí mais de 20% por ano. Da mesma forma, saiba que os endereços de e-mails mudam e as pessoas abandonam aquelas listas mais antigas.

Esse é um dos motivos para que as pessoas acabem comprando uma lista e-mails e esse ponto é perigoso. O próximo tópico será dedicado para ensinar como esse ponto exige atenção e cuidado por parte do empreendedor.

Atenção: Esse é um dos maiores erros na hora de montar

A caixa de entrada de uma pessoa é pessoal e por isso que é preciso enviar conteúdo que seja adequado. Quando a pessoa te passa o e-mail, é um sinal de que ele deseja ter contato com você.

Comprar uma lista de e-mail é perigoso, pois você adquire e-mails que não optaram por receber aquele conteúdo. Simultaneamente, é preciso saber que a maioria dos endereços, da lista comprada, podem nem existir mais.

Processo de construção de uma lista de qualidade

Em primeiro lugar, adicione um espaço no site para que os clientes tenham condição de cadastrar os seus e-mails. Alguns exemplos são os seguintes: novidades, promoções e as clássicas newsletters.

Existem ferramentas que auxiliam nisso o processo de coleta de e-mails e uma que se destaca é a Hellobar. Outra opção é a OptinSkin, o plugin do WordPress e possibilita inserir as caixas de coleta no seu blog.

Vale lembrar que o email marketing pode exigir outras informações, especialmente no momento do cadastro. Esse fato é normal, porém a dica principal é não fazer perguntas em excesso e apenas facilitar o processo.

A segmentação da base de e-mails é uma prática relevante e que traz sucesso para essa estratégia de marketing. Entretanto, segmentar permite que as mensagens sejam enviadas corretamente e que tragam maior engajamento.

O processo de divisão deve considerar alguns fatores, por exemplo: idade, cidade, profissão, posição e o estágio do funil de vendas. Por fim, é preciso conquistar novos contatos para a lista e manter os que você já conseguiu.

Dicas para escrever emails incríveis

Você já teve acesso a várias informações aqui e deve querer enviar o primeiro e-mail, não é mesmo? Definitivamente que sim, porém é salutar ter atenção e fazer tudo da forma correta, evitando os problemas mais comuns.

Algumas práticas são essenciais para esse processo e fazem toda diferença, restando apenas saber quais são elas. É chegada a hora e o momento de conferir três informações relevantes sobre esse processo abaixo.

1- Mantenha o texto curto

À primeira vista, o tempo médio de atenção das pessoas atualmente não ultrapassa nem os 8 segundos. Logo após, seja direto e traga objetividade no momento de escrever seus e-mails, sem muitos rodeios.

Tente revisar e editar esses e-mails, se librando daquilo que não necessário e enviando um conteúdo bem clean. Afinal, ir direto ao ponto é melhor e evita a distração, ou seja, é interessante ter atenção nessa questão.

2- Use a linguagem adequada

Responda com sinceridade as duas perguntas que te faço a seguir: Você criou uma persona para o e-mail? É provável que sim, portanto, a dica é que você saiba com quem está falando e sobre o que abordar no email marketing.

Seguido a dica acima, busque determinar o tom de voz utilizado e também as expressões, certo? Então, evite gírias e palavras inadequadas, porque, embora seja algo pessoal, saiba que ainda, sim, é preciso ser formal.

3- Estabeleça um tom de conversa

O email marketing é muito adequado para nutrir e estreitar o relacionamento com a sua lista de clientes. Contudo, é importante criar uma proximidade no texto e que seja adequado as necessidades principais.

A dica principal é tratar o leitor pelo nome e falar de uma maneira próxima, sendo um contato. Dessa maneira, tente criar um diálogo que seja bilateral e faça com que o colaborador se sinta parte da conversa.

Qual o papel do email marketing na sua estratégia de marketing?

Embora o email marketing esteja ligado a uma abordagem comercial ou promocional, a tática vai além disso. Lembre-se: se a empresa ou o lead te dá o e-mail, em suma, é um sinal de que você está mais próximo a ela.

Essa é uma tática eficaz e que tenha condição de permitir que seja possível conquistar os objetivos traçados no início. Confira a seguir cinco pontos que podem ser considerados como parte do papel do email marketing.

1- Engajar os seus leads

Quando alguém receber os seus e-mails, a pessoa espera que você mantenha contato de tempos e tempos. De fato, parece óbvio, porém várias empresas podem se esquecer de manter um relacionamento para enviar outros e-mails.

A melhor alternativa é usar essa estratégia de marketing e que consiga engajar os seus leads. O objetivo é fazer com que eles se lembrem de você e tenham mais chance de se se tornarem clientes em um futuro próximo.

2- Promoção dos seus conteúdos

Caso você já tenha um blog, saiba que é possível promover os conteúdos que são produzidos e é essencial para o sucesso. A estratégia é a mais indicada e você tem condição de promover os conteúdos que sejam mais eficazes.

Por exemplo: o envio de uma newsletter contribuí para que os posts possam ganhar cada vez mais acessos. O email marketing possibilita que a visibilidade na internet aumente e por isso que a estratégia deve ser correta.

3- Melhorar a nutrição e a educação dos seus leads

Nutrir leads é uma das táticas mais relevantes do Inbound Marketing e tem um motivo: transforma os assinantes em leads. Em seguida, faça com que os leads sejam clientes e há apenas um caminho: educar o público.

O mais importante é estreitar o relacionamento com eles e o email marketing deve enviar mensagens totalmente personalizadas. A automação de marketing é eficaz e para isso nutra, mas, também, eduque, os seus leads.

4-Chance maior de vender

Responda com total sinceridade: você já recebeu muito e-mails com ofertas ou promoções na sua caixa de entrada? Então, várias empresas utilizam essa estratégia e que tenham vendas diretas para os consumidores em questão.

Atualmente, é fundamental estimular os contatos e ter condição de fazer transações, bastando dar apenas um clique. Logo, é possível usar o email marketing para promover os seus produtos e do modo mais adequado.

5-Melhorar a relação com consumidores e clientes

Assim que a compra for fechada, é preciso manter os clientes por perto e não afastá-los. Essa é a parte de encantar e uma das mais relevantes dessa metodologia inbound, ou seja, preste atenção nisso.

Definitivamente que os compradores precisam ser satisfeitos e trazem vários benefícios para esse negócio. Simultaneamente, dá para mandar um conteúdo relevante e também os descontos, incluindo as promoções.

 

Que erros evitar no e-mail marketing?

O email marketing já está quase pronto e você já sabe o que é, teve acesso as estratégias e deseja ter o gran finale. Para te auxiliar, vou te mostrar a seguir os três erros mais comuns e a dica é que você evite eles.

1) Não definir uma mensagem adequada

Nem todas as mensagens devem ter o mesmo objetivo, e acredite: precisa continuar sendo realizado dessa forma. As pessoas podem vir de muitos lugares e ter objetivos diferentes, ou seja, você deve ter atenção nisso.

O objetivo principal dos e-mails precisa ser alinhado a etapa do funil e a dica é caprichar no conteúdo. Igualmente, a chance de abrir o e-mail é maior e por isso que um dos erros é não definir uma mensagem adequada.

2) Pressa demais para converter

Se você entender a etapa do funil de vendas, a chance de converter é pequena e por isso que o ideal é ter atenção. Aliás, procure ter personas criadas e trabalhe o conteúdo de acordo com o objetivo que o material tem.

3) Segmentação inadequada

O processo de segmentação precisa ser adequado e por isso que te falei para definir várias personas. Da mesma maneira, busque trabalhar a estratégia que seja inerente a lista de contato e sempre alinhada ao objetivo.

Se a meta principal é conquistar novos clientes, o conteúdo precisa ser voltado para esse público. Todavia, manter os antigos clientes é uma necessidade e a dica é trabalhar uma tática voltada para esse fim.

Os melhores softwares de e-mail marketing

Para finalizar o conteúdo, gosto de mostrar algumas opções para trazer um uso de e-mail marketing mais interessante. Sob o mesmo ponto de vista, é necessário trazer os melhores softwares para uso e a seguir veja quais são:

  • MailChimp– Primeiramente, essa é a escolha mais popular e é usado por várias empresas no mercado. A ferramenta te auxilia, pois coleta informações e te passa insights, ou seja, você otimiza as suas táticas.
  • Constant Contact– É uma das melhores ferramentas e atua no mercado há 20 anos, trazendo três planos. O básico é bom para começar, mas o avançado oferece um teste por até 20 dias gratuito.
  • GetResponse– Se trata de um programa que pode ser testado por 30 dias gratuitamente e entrega 99% dos e-mails. O serviço permite a customização de templates e traz uma interface bem amigável.

O guia completo sobre e-mail marketing, em síntese, te permitiu ter uma visão geral sobre essa ferramenta. No entanto, apenas a prática te fará ser sagaz e trará a conquista dos seus objetivos por meio dessa estratégia.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.