10 informações incríveis para aprender o que é copy na prática em 15 dias

Aprender o que é copy é fundamental para conseguir a conversão, ou seja, converter o desejo em ação. Por exemplo: um texto persuasivo que consiga vender um ebook que ensina a ter dicas de conquista.

O conteúdo deve ser otimizado para os mecanismos de busca e ter persuasão, porque o foco é converter. Portanto, o texto precisa ser primoroso e adaptado ao que a internet deseja, sem perder a coesão necessária.

Pode até parecer complicado em um primeiro momento, mas a realidade é bem diferente dessa e eu vou te explicar o que fazer. Dessa forma, veja abaixo as informações incríveis para aprender o que é copy na prática. 

O que é copy?

Em primeiro lugar, a copy tem a proposta de ser um texto com um único objetivo: a conversão. Sendo assim, são técnicas persuasivas de escrita e que conseguem compor um texto que consiga vender.

A aplicação dessa técnica acontece há várias décadas, como por exemplo: os anúncios em jornais antigos. Em poucas linhas, o texto teria que te convencer a adquirir aquilo que está sendo vendido.

Com o avanço da internet, aprender o que é copy se tornou mais fácil e ganhou novos moldes. As vendas diretas não conseguem mais a conversão de antes, ou seja, foi necessário adaptar para o que a tecnologia exige.

O próprio Funil de Vendas é um exemplo claro disso e faz com que o comprador passe por várias etapas até comprar. Inclusive, confira a seguir as informações para que você aprenda na prática o que é copy

1- O que é copy? – Descubra o que é conversão

Em primeiro lugar, é primordial entender o que é conversão e tem um motivo: é o que permeia o caminho. Um exemplo facilita o entendimento e traz um aprendizado prático, confira a seguir uma exemplificação sobre isso:

  • Um site está vendendo uma fórmula para reconquistar a ex-namorada dentro de até 27 dias;
  • Em seguida, é preciso converter o interesse de quem chegou até o site, para uma ação de comprar aquele material.

A conversão converte, ou seja, faz com que o desejo se torne realidade e o texto deve ser persuasivo. Ou seja, precisa tocar nas “dores” do público-alvo e mostrar o “remédio” para que aquilo possa funcionar. 

O que é copy
O que é copy

2- Use as informações da sua persona

Certamente que você já tem uma persona e sabe as características que ela tem, não é mesmo!? Então, basta utilizar cada uma delas e criar um texto que esteja dentro daquilo que a persona deseja.

Por exemplo: o conteúdo precisa falar sobre as necessidades e como aquele produto/serviço resolve o problema. Seja falando uma linguagem adequada ou qualquer outro recurso que consiga facilitar a conversão.

Uma persona é uma pessoa semifictícia e consiste em buscar vários dados relevantes, como esses: sexo, idade, profissão, desejo e região onde mora. Vale lembrar um fato: não existe padronização sobre a quantidade de dados. 

3- Olhe a concorrência para ter uma ideia sobre o que está sendo feito

Se você está pensando em copiar a concorrência, saiba que é um erro e o Google pune um site com plágio. Um teto original é diferente e não corre esses riscos, sendo essa a escolha ideal para o seu conteúdo.

Procure acessar o site dos seus concorrentes para ter uma ideia do que estão fazendo e jamais para copiar. Esse estudo visa a criação de um texto melhor que o dele, mas com a sua cara e segundo o planejamento criado no início. 

Copywriting
Copywriting

4- Crie um conteúdo persuasivo

Um texto persuasivo é a chave para conseguir mais vendas e consiste em ter dois pilares essenciais. Embora possa parecer complicado, a verdade não é bem assim e abaixo confira quais são cada um deles:

  • Dor– Um texto persuasivo consiste em inserir a necessidade que o seu leitor tem naquele momento em que lê o conteúdo.
  • Remédio– Logo após ter tocado na dor, mostre a solução para aquele problema e é exatamente o seu produto/serviço.

Falar da “dor” e linkar com o “remédio” é uma forma simples de criar um texto persuasivo. Todavia, é preciso que exista concordância e coesão, pois sem esses dois atributos a chance de o conteúdo não ficar bom é maior. 

5- Utilize gatilhos mentais

Primeiramente, os gatilhos mentais visam “engatilhar” o processo de escolha que cada comprador tem e atua no modo automático do cérebro. Assim, veja a seguir os principais tipos disponíveis e como utilizar cada um deles:

  • Escassez– Uma forma eficiente de utilizar é tocar na dor que a persona tem e mostrar como a falta do seu produto/serviço pode ocasionar. O outro passo é simples e consiste em mostrar o “remédio” para a “dor”.
  • Urgência– Citar que é uma edição limitada ou que o número de vagas também é limitado é uma medida bem eficiente. Ao mesmo tempo, proporciona que as pessoas comprem para não perder a oferta.
  • Novidade– Mostrar que é algo novo é uma medida muito eficiente para conseguir que as pessoas optem por isso. Imagine um celular novo e fica simples de entender o motivo do público optar por essa alternativa. 
  • Prova social– Se trata de mostrar ao público que várias pessoas conhecem aquele produto/serviço promovido. Um exemplo disso é mostrar que um grande público já teve ou tem resultado com aquilo. 

Agora que você sabe o que são os gatilhos mentais e os principais disponíveis, é chegada a hora de aplicá-los. Em outras palavras, coloca no texto aqueles que forem os mais indicados para o objetivo central da sua copy.

Minhas redes sociais

6- Otimize para mecanismos de busca

Otimizar o texto para os mecanismos de busca é fundamental para que a postagem tenha ranqueamento. Por mais que isso seja importante, é preciso, antes de mais nada, que o conteúdo consiga ser persuasivo.

Existem várias estratégias que visam levar o cliente até o texto por meio do próprio site e não usando o Google. Entretanto, é importante que o texto tenha uma boa palavra-chave e a construção deve ser eficiente.

Se existir dúvidas entre ter um texto otimizado para mecanismos de buscas e persuasivos, utilize o bom senso. Em resumo: é fundamental que seja equilibrado e não pode pender demais para um dos lados.

7- Tenha paciência para criar o texto

A pressa é inimiga da perfeição e pode prejudicar bastante a busca por resultados, acima de qualquer outra atitude. Ou seja, ter paciência para criar o texto é a opção ideal para que a copy fique do modo adequado.

Uma dica é fazer pesquisas e procurar por conteúdos que tragam informações sobre o assunto a ser trabalhado. Evite apenas a cópia e leia tudo, capte aquilo que te serve e prossiga em frente com o conteúdo.

Ter paciência é investir em um texto de qualidade é importante para aprender na prática o que é copy. Simultaneamente, ainda dá para entregar um material final que converta e seja repleto de persuasão. 

8- O que é copy? – Confira os links para ver se não estão quebrados

Descobrir o que é copy é confirmar uma questão: os links do texto devem ter um link de compra. Contudo, é muito comum acessar um site, ler o conteúdo e querer comprar, porém o link está quebrado.

Olhe os links e confira se estão corretos, porque devem levar até o endereço perfeito para que a compra aconteça. Prestar atenção nisso é fundamental e elimina o risco de acontecer algum acesso à um link incorreto. 

9- Não confunda marketing de conteúdo com copy

Se você chegou até aqui, como tenho certeza que chegou, é frequente achar que todo texto é uma copy. No entanto, a realidade é que você está confundiu copy com marketing de conteúdo e existem diferenças entre elas.

O Marketing de Conteúdo tem a proposta de informar sobre o produto e tem um tom mais descritivo. Por outro lado, a copy deseja converter e por isso é mais persuasiva, além de trazer um conteúdo mais profundo.

Embora sejam diferentes, saiba que existem semelhanças e o principal é entender a jornada de compra do seu cliente. A conversão é o passo final e a melhor alternativa disponível é olhar para o seu funil de vendas.

10- Treine diariamente para melhorar cada vez mais o seu texto

Por fim, mas não menos importante, treine todo dia para melhorar a sua copy e se tornar um copywriter de qualidade. Basta conferir dicas sobre escrita, ler textos persuasivos e prosseguir estudando o seu nicho de atuação.

Aprender o que é copy na prática é mais simples quando existe a prática, ou seja, a criação de conteúdo. Caso você não opte pela criação, procure por um redator criativo e que crie um texto que converta imediatamente.

Leave a Reply

dezessete + dezenove =