fbpx

Medo de gravar vídeos – 8 dicas exclusivas para superar hoje mesmo

Ser um Youtuber ou até um tiktoker é a meta de muitas pessoas, porém há o medo de gravar vídeos e é preciso superá-lo. Acredite ou não, muitos youtubers de sucesso já tiveram esse medo e demoram um tempo para superar.

Vale destacar um ponto: o medo não pode ser maior do que a vontade de mostrar o teu trabalho. Portanto, a determinação de vencer precisa eliminar o medo de aparecer e existe apenas um caminho: encarar a situação logo.

Certamente que não é impossível e você consegue, porque vai aprender a vencer o medo de gravar vídeos. Dessa forma, basta seguir as oito dicas que serão mostradas e você poderá entrar para o YouTube hoje mesmo.

Quais são as oito dicas para eliminar o medo de gravar vídeos?

Em primeiro lugar, preciso explicar sobre o método que você conhecerá abaixo e que será usado para vencer o medo. Sendo assim, não se trata de uma solução mágica e tudo passa pelo seu empenho em superá-lo.

Ao seguir as dicas para eliminar o medo de gravar vídeos, será possível perceber que o ‘monstro’ não era grande. Encará-lo de frente é a melhor opção e possibilita a superar qualquer outro obstáculo que apareça.

Para auxiliar e passar todas as informações, é importante conhecer quais são as oito dicas e como aplicá-las. Daí para frente é simples e resta treinar, porque o treino é o grande responsável por levar a conquista do objetivo.

#1 Pratique muito para superar o medo de gravar vídeos

Enquanto você lê esse texto, Cristiano Ronaldo, Messi, Roger Federer e outros esportistas de ponta estão treinando ou vão treinar. Eles são referências nos seus respectivos esportes e ainda treinam, por que será que acontece isso?

Embora o pensamento natural seja pelo dinheiro, o cenário é outro e eles querem apenas superar o rendimento anterior deles. De fato, com o YouTube acontece a mesma coisa e é fundamental praticar muito, ou seja, treinar.

Imagino que você esteja pensando que vai ficar treinando e irá fazer o que, ou a necessidade. Entretanto, saiba que o processo não é muito complicado e a seguir confira um exemplo sobre qual é a proposta desse treino:

  • Em primeiro lugar, posicione o celular na posição que você julga como a melhor para o seu vídeo;
  • Comece a falar sobre qualquer assunto da sua preferência, mas não se esqueça de deixar o celular gravando;
  • Para facilitar a sua vida, busque escolher algo que você goste e discorra pelo tempo que você julgar necessário;
  • Analise o resultado depois e você vai perceber que partes ficaram boas, porém outras merecem muita atenção.

O mais importante, em resumo, é que você treine pelo menos cinco vezes por semana e no seu tempo livre. As próximas dicas te auxiliam a melhorar o treino e eliminar o medo de gravar vídeos para sempre.

#2 Fale daquilo que você sabe: o ‘menos é mais’

É aqui que a ‘porca torce o rabo’, porque muitas pessoas querem fazer vídeo daquilo que não entende. Da mesma forma, é primordial que o assunto seja da sua preferência e que exista pesquisa sobre aquele tema.

Para auxiliar a entender esse cenário, é importante dar um exemplo e citar como pode ser realizado com facilidade. Em seguida, você pode escolher um tema do seu gosto e basta trabalhara as estratégias, confira a seguir:

  • Imagine alguém que ama assuntos relacionados a desenvolvimento pessoal e dicas para superar a ansiedade diária;
  • Essa pessoa decide escolher um tema relacionado a perda de peso permanente e de uma forma natural;
  • Logo depois, ela cria um roteiro e faz algumas pesquisas, começando o vídeo e sabendo o que vai fazer;
  • O vídeo tem 5 minutos e a pessoa cria um texto de 300 palavras, mas abre espaço para a improvisar ao vivo.

Perceba um fato: o vídeo não entra em questões alimentares, porque o dono do canal não tem especialidade nisso. Todavia, as dicas são ligadas a ansiedade e também o desenvolvimento pessoal, temas que ele domina.

O grande foco é oferecer mais confiança, pois, por meio delas, fica mais fácil e superar o medo de gravar vídeos. Muitas vezes, inclusive nessa, ‘menos’ significa ‘mais’ e é simplifica o vídeo, o deixando mais objetivos.

Minhas redes sociais

#3 Atenção nos detalhes: Como preparar o cenário?

Se você já sabe que deve praticar e está falando daquilo que entende, é importante passar para o cenário. Ainda mais atualmente, devido aos celulares terem boa resolução de vídeo, é preciso cuidar do que será filmado.

O cenário depende muito do tipo de vídeo e da proposta do canal, já que muitas pessoas gostam de filmar da rua. Contudo, é necessário considerar aquelas que filmam de casa e por isso confira a seguir o que preparar:

  • Separe os itens que serão usados para a filmagem e também coloque na ordem que você julgue como melhor;
  • Grave a posição da câmera, a distância para cada idem, a sua posição e o ângulo que será filmado;
  • Posteriormente, se lembre de saber também sobre o áudio e se o ambiente é propicio para gravar vídeos;
  • Busque medir tudo e colocar milimetricamente no lugar correto, pois pode fazer diferença na hora de filmar;
  • Assim que terminar, basta anotar tudo e buscar repetir sempre que necessário, porque já há um padrão a ser seguido;
  • Obviamente que a necessidade for diferente, é possível mudar tal função e sempre de acordo com a necessidade em questão.

Montar um cenário também passa pela iluminação e pela sua vestimenta, sempre relacionando com o restante do local. Basta ter atenção nesse detalhe e fazer um teste, pois dá para perceber se está funcionando bem ou não.

#4 Peça o feedback dos amigos antes de abrir um canal ou postar no Instagram

A amizade é uma via de mão dupla e acredito que você já ajudou os amigos, não é mesmo?! Então, é chegada a hora de pedir o auxilio deles e pedir a opinião sobre os vídeos, bem como as sugestões para novos vídeos.

A princípio, é necessário que você tenha alguns cuidados antes de pedir para que avaliem o seu vídeo. No entanto, o processo não é muito complicado e eu vou te mostrar o que você pode fazer abaixo:

  • Siga as dicas mostradas acima, porque são as que farão o vídeo ter mais potencial de funcionar ainda mais;
  • Posteriormente, crie os vídeos e envie para uma lista de amigos, mas peça a opinião com sinceridade e sem amizade.
  • Busque anote as informações e leia com atenção, mesmo que aquilo que possa estar indo contra sua opinião;
  • Depois de ter acesso a todos esses comentários, compare e veja os pontos que foram mais comentados pelos amigos.

A proposta principal é que você comece a ver os pontos fracos e inicie a comparação entre todos. O principal é conferir aquilo que está mais recorrente e procurar proceder na correção do problema.

Lembre-se: analise tudo com racionalidade e sem paixões, porque se lembre que você está constantemente aprendendo e melhorando. No final das contas, é corrigir os pontos citados e proceder na direção que for a correta.

#5 Para vencer o medo de gravar vídeos, planeje o assunto abordado

Seguindo o exemplo citado na segunda dia, aquele sobre desenvolvimento pessoal e ansiedade diária, é importante entender a proposta. Por exemplo: se são três vídeos por semana, é importante planejar o que será abordado.

Imagine que um vídeo será sobre como superar a ansiedade de falar com a ex-namorada sobre o fim de namoro. Do mesmo modo, vou te mostrar a seguir um exemplo sobre o que pode ser feito e abaixo confira melhor:

  • Na introdução, devo abordar as dores de alguém que está querendo falar sobe a ex (saudade, culpa, ressentimento, etc);
  • Em seguida, vou falar sobre os remédios para a dores (focar em um curso, ocupar a cabeça e conhecer pessoas);
  • Do meio para o final, vou abordar a paciência e como isso é coisa do ego, podendo ter fim com facilidade;
  • Para finalizar, vou encerrar com bom humor e passando uma mensagem de algum autor que eu realmente goste.

Deu para perceber que separei em quatro partes: 1) introdução, 2) primeira parte do meio, 3) segunda parte do meio; 4) fim do vídeo. Imediatamente, fica claro um ponto: não é complicado de dividir e saber o que falar.

Para finalizar essa dica e perder o medo de gravar vídeos, se torna primordial colocar a mão na massa. O treino é o maior responsável e aquilo que te fará ter condição de atingir os objetivos traçados desde o início.

#6 Dica especial: aprenda a fazer um roteiro sobre o que você vai falar

Eu já mostrei para você acima como fazer planejar o assunto e agora quero dar um exemplo prático de um roteiro sobre vídeo. Para te auxiliar, em síntese, vou abordar um roteiro sobre um vídeo de fim de um relacionamento:

Fala galera, antes de mais nada, não se esqueça de se inscrever no canal e deixar o like, pois isso me ajuda a crescer. Recebi uma mensagem de Mario, morador de Minas Gerais, e a mensagem dele foi a seguinte:

“Doutor Relacionamentos, minha ex terminou comigo há duas semanas e não teve um motivo para o término. Sobretudo, ela ainda tem as fotos comigo nas redes sociais e eu sinto saudade, você acha que eu devo ir atrás dela?”

Valeu pela mensagem Mario, mas não sei responder se você teve ir atrás dela ou não, e essa decisão cabe a você. Afinal, é apenas a sua consciência que irá dizer o que pode ou não fazer, porém posso te auxiliar em algumas coisas.

Voltar com a ex talvez te faça bem e sanar a vontade do seu ego, porque é ele que deseja a volta dela. Além disso, a saudade pode ser superada e isso te daria uma sensação positiva, mas isso é se ela aceitar.

Caso exista uma negativa, posso te assegurar que a sensação será pior e você terá andado para trás. Da mesma forma, iria te degastar por dentro e poderia causar um efeito avassalador, o que não seria bom.

Por mais que doa, é válido que você siga o seu caminho e tente não saber nada sobre ela, pelo menos por um tempo. Se adaptar a essa situação é melhor e faz com que você não sofra mais por conta dela.

O roteiro não é estático e aceita mudanças, porém a estrutura é a citada acima.

Como perder o medo de gravar videos
Como perder o medo de gravar videos

#7 Não se perca na hora da gravação: Veja o que fazer

Embora muitos vídeos sejam gravados e sejam editados depois, a realidade é que você não deve se perder no tempo. Frequentemente as pessoas erram nisso e acabam deixando vídeos imensos ou repetindo várias informações.

O principal é pensar na proposta e existem várias, mas o principal é que você tenha dividido o tema. A abordagem deve ser em partes e a seguir confira um exemplo prático de como essa divisão pode ser feita:

  • Pense em alguém que deseja fazer um vídeo de 5 minutos sobre dicas de conquista, porém de 3 formas diferentes;
  • O primeiro minuto será para introdução (inscrição no canal, saudações iniciais e a proposta desse vídeo);
  • A partir do segundo minuto, será dado uma dica por minuto (conquista na balada, conquista por celular e conquista no shopping);
  • No último minuto, é o momento de encerrar o vídeo e passar as saudações finais, sobre aquele assunto.

À primeira vista, o foco é no conteúdo e por isso que foque nas dicas 5 e 6 nele, certo? Definitivamente que sim, porém a divisão varia de acordo com o tema e o tamanho do vídeo, englobando também a própria edição.

#8 Vença o medo de gravar vídeos: comece agora mesmo

Primeiramente, há apenas uma única forma de vencer a insegurança com vídeos: criando coragem e postando. O segredo principal é a constância e a evolução, porém esses atributos aparecem apenas depois te um tempo.

A ideia principal é começar agora mesmo e ir treinando, ou seja, que você passe por todas as dicas aqui citadas. Ao ter essa atitude, a tendência natural é ir evoluindo e melhorando, pois há uma busca por melhorar o conteúdo.

Por mais que o pensamento seja de melhorar a parte técnica, a verdade é que o conteúdo e a sua postura deve ser a correta. Existe muito vídeo por aí com baixa qualidade de imagem, porém com muitos views e vários likes.

O segredo deles é ter perdido o medo de gravar vídeos e focar no conteúdo, levando ao público o que ele deseja. Desse modo, fica mais fácil de atingir as metas e vencer nesse mercado, seja no YouTube, Tiktok, Instagram ou/e Facebook.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.