Freela: Como Ser, Como Trabalhar, Onde arrumar Trabalhos, Possibilidades, Quanto Ganha 

Um dos profissionais do futuro será a de freela, que nada mais é do que ser um freelancer. Mano, esse é o profissional que faz uma determinada função, mas não é registrado e é contratado para períodos curtos de trampo.

Por exemplo: vou montar um site sobre notícias esportivas e contrato alguém para criar o meu website. Nesse cenário, o cara trabalha de acordo com a necessidade do contratante e não tem qualquer vínculo empregatício.

É chegada a hora e o momento de entender tudo sobre o freela, incluindo o que é, salário, possibilidades, como trabalhar e onde arrumar trabalho. Vou te contar a seguir todas as informações e mostrar como iniciar nesse nicho.

Como ser freela? 

Em primeiro lugar, para ser um freela de qualidade e vencer nesse mercado, você precisa estar dentro de três pilares. São eles: conhecer o trabalho, estar disponível e ter pontualidade na entrega do trampo, tá ligado!?

Acredito que você tenha algumas dúvidas sobre cada uma delas e o cenário ideal é conhecer as informações. Para auxiliar nessa parada e mostrar como ser um freelancer, veja quais são esses pilares para começar:

Especialidade

Concorda comigo que não tem como se destacar em um nicho sem dominar aquilo que será feito? Jovem, é mais ou menos como querer construir uma casa e entregar para um mecânico de carros, manja!?

Um freelancer bom em textos deve explorar esse potencial e não adianta em nada querer fazer sites. O motivo é simples: por não ser especialista, a chance de ser contratado novamente é menor e não é interessante.

É fundamental atuar no ramo em que você é realmente especialista e a tendência natural é ter mais trabalho. Lembre-se daquele ditado bíblico e separei o joio do trigo, caso contrário sofrerá as pragas do Egito (que meda)

Disponibilidade

O contratante manda e pode te contratar no momento em que você estiver jogando Fifa contra um moleque de 12 anos. Nessa hora, não pause o jogo e nem tome o gol, mas procure responde-lo o quanto antes e tenha um resultado diferente (ou igual) ao jogo.

A vida de um freela é pautada pelo projeto que está seguindo e o ideal é planejar-se para isso. Ter disponibilidade é o básico para concluir o projeto e mostrar empenho, porque o contratante espera isso de você, truta.

Por exemplo: um contratante deseja que você faça uma arte em um domingo e resolve te pagar o dobro pelo serviço. Agora seja sincero: você continuaria jogando o seu Forza ou desligaria o PC e executaria o trabalho? 😉 

freela
freela

Pontualidade

Para finalizar o aprendizado sobre como ser um freela, preciso falar sobre um ponto foda: pontualidade. Raimundo, aqui é que a “porca torce o rabo” e lembre-se: pode fazer com que você não tenha uma boa reputação. 

Ser pontual é crucial para estar na frente da concorrência e consiste em concluir o projeto no prazo contratado. Claro que se existir a condição, entregue até antes e você verá que o cliente reconhecerá o seu esforço.

Para tornar-se pontual, o segredo é se planejar e ter uma rotina estabelecida, mas tenha cama e não se aprece. No decorrer desse conteúdo, vou te contar como se tornar um freelancer de sucesso e dentro de pouco tempo.

Como trabalhar sendo freela? 

O trabalho como freela é mais simples e deve ser enxergado de duas maneiras diferentes, mas com similaridades. É preciso explicar cada uma delas e o detalhe é que elas podem ser feitas até em conjunto:

  • Quando a ideia é ter o trabalho de freelancer como renda principal, é preciso dedicar-se 24 horas por dia;
  • Para aqueles que terão apenas uma renda extra, é necessário dedicação para trabalhar no seu período de folga.

Para trabalhar como freela, a melhor alternativa disponível é esmiuçar três pontos que são cruciais. É tipo saber como funciona, entender a relevância do planejamento para o trabalho e ter paciência para trabalhar.

Minhas redes sociais

Entenda o funcionamento

O funcionamento do trabalho de um freela não é complicado e pode ser explicado dentro de alguns passos. Basicamente, podem ser muitos e abaixo vou te mostrar um exemplo para que você entenda essa fita:

  • O primeiro passo é se cadastrar em uma plataforma de freelancers e existem várias disponíveis na internet;
  • Assim que você tiver feito isso, preencha a sua especialidade e podem ser as seguintes: programação, redação, tradução, design gráfico, etc;
  • Procure por projetos dentro da plataforma e lembre-se: o resultado depende do tipo de especialidade que você filtrou;
  • Ao encontrar um projeto que lhe agrade, procure ler com atenção todos os detalhes desse trabalho, mestre;
  • Faça uma proposta e considere o valor, prazo e, caso tenha alguma dúvida, não deixe de perguntar;
  • Assim que o contratante avaliar e te contratar, espere o sistema de notificar que ele efetuou o pagamento do valor combinado;
  • Esse valor fica como garantia e você deve começar a executar o trabalho apenas depois disso;
  • Realize o trabalho e continue se comunicando com o contratante, até que você consiga terminar o projeto;
  • Ao concluir, é preciso que o contratante aprove e o mais importante é ter muita atenção em todo o processo;
  • Se a conclusão for aceita, o dinheiro vai para a sua carteira e você tem condição de transferir para a conta bancária.

Entender o funcionamento é apenas o primeiro passo, mas é aquele que realmente faz de dar o “pontapé inicial” corretamente, certo!?. O ideal é ler o funcionamento da plataforma de freelancer e respeitar aquelas diretrizes.

Planeje a sua vida para ter tempo de trabalhar

O trabalho de freela pode ser feito como renda extra e para atividade principal, porém o segredo se planejar. Para ambas as situações, a melhor opção, como você tá ligado, é ter procedência e veja o que pode ser feito:

  • Reserve um tempo para trabalhar e a quantidade de horas depende bastante da sua disponibilidade;
  • Olhe a data de entrega do projeto e confira se dá para adaptar-se ou não, segundo o que é pedido;
  • Saiba que você pode trabalhar na hora que achar melhor e até mesmo durante a madrugada, caso tenha um café forte do lado ou um Gim;
  • Caso trabalhe como freelancer para ter uma renda extra, o segredo principal é pegar projetos com prazos bem mais longos (tipo o seu sono);
  • Se a ideia é trabalhar como renda principal, prepara-se para trabalhar muito e, obviamente, receber a recompensa por esse trabalho.

Deu para perceber que é preciso planejar a sua vida para ter tempo de trabalhar e se possível: molde a sua vida para o trabalho. Uma oportunidade pode aparecer na folga e por isso que o freela é alguém bem workaholic.

Entenda que tudo tem o seu tempo

A pressa é está presente no início de carreira do freelancer e você sabe: ansiedade não costuma ser boa conselheira. Afinal, pode fazer com que você acabe ficando igual o seu amigo que … antes da hora de começar o serviço.

Um bom exemplo é quando um web design está sem trabalho e resolve pegar um projeto por um preço menor. Triste ilusão, pois requer tempo e o profissional fica limitado naquilo, deixando de tentar oportunidades para ganhar mais.

Saiba que tudo tem o seu tempo e o mais importante, mesmo diante da pressa, é ter muita paciência. Relaxe, faça cursos e foque em si, além de jogar um game que relaxe e te deixe igual o CJ do GTA.

Onde arrumar trabalhos como freela?

Atualmente, há muitas opções no mercado e você consegue encontrar uma alternativa que seja diferenciada. Porém, não se esqueça de prestar atenção no seu tipo de trabalho e entender onde dá para arrumar trabalhos.

Workana, Get Ninjas, 99 Freelas e Studybay são excelentes plataformas para que você consiga ter várias vantagens. É chegada a hora e o momento de conferir as informações, confira a seguir os locais para o freela trabalhar:

Workana

Mano, essa é uma bela opção, que contempla tudo para que você seja um freelancer. Por exemplo: redação, tradução, programação, edição de imagens, edição de vídeos, design gráfico e web design.

O site é o maior do Brasil e conta atualmente com milhares de freelances cadastrados, porém é igual coração de mãe e sempre cabe mais um. Na hora de cadastrar-se, lembre-se que você está também no website mais famoso. 

Get Ninjas

Um dos melhores sites para programação é o Get Ninjas e é ideal para freelancers que gostem desse tipo de trabalho. O cadastramento é gratuito e existem vários planos disponíveis, restando apenas que você usufrua deles.

Quando for enviar a proposta, por mais que pareça redundante, não se esqueça de ler tudo certinho. A descrição é a chave para que você consiga entender qual é a proposta do projeto e atende à necessidade que existe.

99 Freelas

Dentre os vários sites disponíveis, é que mais contempla projetos de design gráficos. Cada um tem a sua particularidade e o freela precisa dominar cada uma delas, independente do que aconteça.

Lembre-se: para conseguir enviar propostas e iniciar corretamente, procure um plano que se adeque a essa necessidade. Esse é o detalhe para não se apertar financeiramente e ainda conseguir o crescimento nesse nicho. 

Study By

Para freelancers que gostem muito de fazer trabalhos acadêmicos, a solução é fazer o cadastro nesse site. Você será o Einstein dos TCC’s dos outros e por isso procure aqueles projetos que você tá ligado no assunto, né irmão!?

O pagamento é em dólar e que tal aproveitar a alta, podendo enviar uma proposta bem elevada? Ah, tenho certeza que a chave pode estar nisso e você tem condição de lucrar mais, porém sempre sem qualquer exagero.

Quais são as possibilidades de um freela? 

Saber quais são as possibilidades de um freela é preciso e lembre-se: varia bastante de acordo com o caso. Roberta, a melhor opção disponível é saber que o sucesso depende de três detalhes e conhecer cada deles é questão de honra.

Um freela de sucesso sabe que tem muitas possibilidades e consegue ganhar um salário elevado, caso tenha boas opções. Para auxiliar nisso e facilitar todo o processo, confira a seguir três lemas que te farão vencer nesse nicho.

Busque projetos segundo a sua especialidade

Primeiramente, reforço uma parada e, embora já tenha citado acima, é preciso pensar melhor nesse ponto. Brother, uma alternativa eficaz é considerar a sua especialidade e pegar projetos apenas sob essa visão.

Caso você seja um excelente redator, saiba os nichos em que se saí melhor escrevendo e faça as propostas. Logo após, é apenas pegar o projeto, trabalhar e concluir, recebendo a remuneração para o seu trabalho. 

Faça a sua rotina para se adaptar aos projetos em questão

Trabalhar ao lado da cama é uma tentação para muitos, mas se existir uma rotina feita e bem definida, a tendência é que funcione ainda melhor. Busque trabalhar uma quantidade de horas por dia e adapte ao projeto em questão.

Por exemplo: diariamente irei trabalhar pelo menos 7 horas por dia e será de acordo com a minha disponibilidade. Existem pessoas que podem trabalhar no período da noite e não há problemas em fazer isso sendo um freela

Pegue projetos de acordo com a disponibilidade

A sua disponibilidade precisa ser considerada e lembre-se: pegar projetos e atrasar a entrega é muito perigoso. Meu aliado, capriche na hora de fazer e fica mais simples de entregar dentro do prazo que foi estabelecido.

Pegar projetos e não entregar, dependendo da plataforma, pode vir a gerar até multas, suspensões e uma disputa. Para evitar esse tipo de “B.O”, seja racional e entenda: a chave para outro projeto, é concluir o anterior. 

Quanto ganha um freela? 

Por fim, é preciso falar sobre o rendimento e não existe uma padronização, pois depende muito do caso. Alguns escolhem trabalhar mais e outros menos, mas o rendimento pode ser maior ou menor em cada um dos casos.

Você pode estar se perguntando o motivo para que não tenha tanta relevância, tá ligado!? Para mostrar que não é assim, a melhor opção é conferir do que trata-se e abaixo confira um exemplo disso:

  • Imagine que um redator cobra R$ 50 por um texto de 1000 palavras e realize três textos por dia, já que fica muito tempo na Netflix;
  • Se a pessoa trabalhar 22 dias por mês e manter a média, o salário será de R$ 3.300,00 e poderia ser mais, desde que trabalhe outros dias;
  • Por outro lado, se outro redator cobrar R$ 20,00 por um texto de 1000 palavras e faça 4 textos por dia, já que fica baixando filmes na net;
  • Para esse caso, o salário seria de R$ 1.760,00 e mesmo se a pessoa trabalhe mais, ganhará menos do que o caso acima.

O salário depende do tanto de projeto que tu pescar e do valor que o freela decide cobrar. Na hora de definir o seu preço, veja quanto a concorrência cobra e a sua especialização, ganhando mais. No final das contas, o seu pão deve parar de cair com a parte que tem manteiga virada para o chão 😉.

Leave a Reply

1 × 2 =